Perdi o cabaço do Cu

Publicado em março 11, 2020
2 votes

Bom, não vou divulgar meu nome e nem nome de terceiros. Colocarei nomes fictícios mas isso que vou contar é real.
Sou de São Paulo, tenho 29 anos e sou bissexual não assumido, não sou assumido por opção, sei que é difícil entender, antes minha família era preconceituosa, hoje eles são bem mais mente aberta, mas mesmo assim optei má ter minha orientação sexual só pra mim e envolvidos.

Novinho quando Perdi o cabaço do Cu

Minha experiências anteriores vou resumir, quando novinho por volta de 18 anos, eu tinha dois amigos que brincávamos com nossas pirocas, o Everson e o Luis. agente pegava no piru um do outro, lambia, chupava e fazia troca-troca. Depois  nunca mais rolou. O Everson hoje é casado com uma mulher e tem uma filha. O Luis está casado com uma mulher também mas soube por aí que ele curte homens também, sinceramente queria descobrir isso. Os troca-trocas eu não conto como perda de cabaço porque só faziam cosquinhas na ruela.

Enfim, mai velho, com uns 25 anos, entrei numa empresa e fiz duas amizades, Robson e Lucas.
Toda semana dormíamos um na casa do outro, e um dia dormindo na casa do Robson, eu e o Lucas dividimos um colchão de casal e acabamos nos beijando. Ficamos em choque depois, choramos e ele foi embora de manhã antes de todos acordarem. Depois ele se convidou pra dormir em casa, chamamos o Robson também mas no dia ele deu um bolo. Quando deitamos estávamos conversando e rolou outro beijo, quando vimos já estávamos nos chupando. Essa sim conto com minha primeira experiência com um cara. Mas… Não rolou penetração. Nunca mais fiquei com homem nenhum até menos de um mês atrás. …

O dia em que dei meu cu com força

Enfim, descobri um . Resolvi entrar, vi dois vizinhos meus que são gays assumidos e na hora mudei meu nome e foto do app pra não ser reconhecido. Coloquei só foto de corpo. Sou gordinho e peludo. A maioria dos caras curtem, nem imaginava. Recebi várias mensagens e propostas, mas quando eles pediam foto de rosto eu ficava com medo de ser gente que me conhecia. Teve até um cara que eu falei: Manda sua foto de rosto antes, quando ele mandou, era o cunhado da minha prima kkkk, o cara é casado com mulher e tem três filhos e tava doido pra fuder comigo. Como eu ria, eu mandei pra ele:

– Eu conheço vc, sei que é casado e tem filhos. Ele excluiu a conta na hora. Não queria assustar ele, eu cogitei até desenrolar com ele, sei que é errado mas…

Enfim, o cara de 24 anos me chamou, me elogiou, e ele queria ver meu rosto. Pedi o Instagram dele e disse que seguiria ele e lá ele poderia ver minhas fotos. Claro, se eu visse que ele era conhecido e tivesse amigos em comum eu desistiria na hora. Mas não, ele não era conhecido e até que era bonito.

O cara me mandou logo a foto da rola dele, salivei.
Perguntou onde eu morava, quando disse, puta que pariu, ele era meu vizinho, e nunca vi esse cara na minha vida.
Ele me chamou pra ir na casa dele, estava mó chuva, mas como ele disse que morava sozinho, eu fui. Segunda-feira a noite e eu tinha que acordar às 4:00 da manhã pra trabalhar. Mas fui. Tava com mó tesão.

Eu estava assustado também, ele curtia ser mais ativo, e eu queria experimentar dar o cu, eu contei pra ele minha história.

Ele percebeu que eu estava nervoso, que eu tremia e suava. Ele deitou e ficou calado na cama dele.

Aí eu perguntei:

– A hora do beijo é agora? E sorri. Ele retribuiu o sorriso e fui pra cima dele.

Minha boa foda gay

Demos longos beijos deitado, eu por cima dele, uma hora ele virou e ficou por cima de mim, senti sua rola enorme cutucando a minha que não era enorme. Coloquei as mãos na bunda dele, tenho tara por bunda e por cu. Voltei a ficar por cima e comecei a tirar minha roupa, ficando só de cueca, ele já estava sem camisa e só estava de bermuda, baixei a bermuda dele com ele deitado e aquela cena dele deitado me olhando com uma cueca Boxer branca com um volume maravilhoso me deixou louco.

Eu beijei o pescoço dele e fui descendo. Chupei seus mamilos e fui descendo. Abocanhei seu pau por cima da cueca e ele suspirou. Arranquei a cueca dele e porra, que caralho maravilhoso e ele tinha uns ovão! Enfiei a bola esquerda dele na minha boca e ele gemia, lambi tudo e fui subindo até a cabeça do pau. Comecei um boquetão. Punhetava ele e caia de boca, fiquei ali uma cóta, e chupei seu cuzinho. Ele gemia muito. Subi e beijei ele. Sussurrei no ouvido dele:

– Vc quer me comer agora?

Ele pulou, pegou uma camisinha e colocou.

Eu falei pra ele ser carinhoso pois nunca tinha dado o cu, ele passou lubrificante na rola, e no meu cu. Fiquei de quatro, ele ficou ali cutucando um tempinho com a caralha dele. Teve uma hora que eu acho que ele não aguentava mais e forçou, eu quis gritar, mas gemi alto com o travesseiro na boca, o tempo todo ele perguntava se tava doendo, eu disse que sim mas que tava gostoso. (Mentira) Pra minha era uma dor insuportável. Eu queria parar, mas continuei. Ele me comeu de tantas posições que eu nem sabia que por eu ser gordo eu conseguiria.

Me fudeu de frango assado, de lado, de papai e papai… Eu rezava pra ele gozar logo, pois meu cu ardia. Eu pedi pra ele gozar na minha boca, e ele disse :

– Agora não! (Droga!)

Cavalguei nele, mas não conseguia direito porque doia. Ele dava uns trancos toda hora e parava. Dava um gemido nos trancos.

Aí ele me falou:

– Seu cu é tão gostoso que eu tô me segurando muito pra não gozar.

E eu só pensava (SEGURA NÃO CARAIO, ACABA LOGO COM ISSO). Com a dor eu meio que piscava o cu toda hora com a rola dentro, e ele falava:

– Para de piscar se não eu gozo!

Aí é que eu piscava mesmo! Ele não aguentou e me deitou no chão, tirou a camisinha e choveu porra na minha cara, entrou até no ouvido. (Droga, eu queria engolir, tenho um Fetiche por porra na boca).

Ele deitou no meu colo e disse:

– Me fode agora! (Aaaaah papai!)

Mandei logo ele engolir minha piroca. E ele sabia mesmo como fazer. Ele me mamava gostoso, e eu de pé, via ele olhando pra mim com minha pica na sua boca, que tesão! Coloquei a camisinha e botei ele de quatro. Fudi aquele cuzinho gostoso, dava tapa na sua bunda, mano, que delícia, mudei pro frango assado, aí ele falou:

– Quero quicar em vc.

Deitei no chão, ele quicava gostoso. Até eu gozar. Ele não deixou comer ele por mais tempo porque ele era ativo. E eu que tomei no cu. Literalmente. Fomos tomar banho e eu só queria mamar naquela piroca, fiquei um bom tempo mamando ele chuveiro. Depois fui pra casa.

Fiquei 4 dias com o cu doendo. Na semana seguinte fui na casa dele de novo, e dei de novo, foi mais gostoso. No outro dia acordei com o cu sangrando, mas não dois. Na outra semana fui a terceira vez, já estava muito mais gostoso dar o cu. Não dois tanto, não sangrou mas meu desespero foi quando a camisinha ficou dentro do meu furico. Me desesperei e não conseguia tirar. Depois tentei cagar e saiu. Uffa.

Essa foi a primeira, segunda e terceira vez que dei o cu….

6806 views
Gay

Contos relacionados

Fudendo o cuzinho da empregada bunduda no banheiro de casa ... Um verdadeiro tesão!

Punheta irmão com irmão

Meu irmão era mais novo que eu, mais muito safado e quando ia dormir sempre tocava uma punheta. Era viciado em punheta e eu sempre olhava e claro, quando ele gozava era algo incrível, muita porra, e...

LER CONTO

Mamei meu personal trainer no vestiário da academia

Era uma noite fria... Após um treino intenso, eu e meu personal trainer, fomos para o vestiário da academia para tomar uma ducha, e tirar a exaustão do corpo. Dava para perceber pelo volume da...

LER CONTO

Para Os Sacanas, todo dia é dia de sol... Dona Maria e Aninha pegando um bronze e Carlinhos só de olhos nas duas de topless...

Meu tio meu grande amor: dando o cuzinho para o titio

O que vou contar aqui aconteceu a muitos anos atrás. Eu estava em casa, era um fim de semana, sozinho, minha mulher tinha ido passar o sábado e domingo na casa da mãe dela. Era mais ou menos 4...

LER CONTO

Motorista maduro

Isso tudo foi hoje...Estava voltando do banco no centro da cidade, chamei um uber, com um tiozão, mais de 50 anos, grisalho, como motorista. Entrei no carro, dei bom dia, nos cumprimentamos, e...

LER CONTO

Virei garota por uma noite

Ola! Vou contar aqui um episodio real que aconteceu comigo quando eu tinha 21 anos. Esse é meu primeiro conto. Espero que gostem. Boa leitura! Sou magro, atlético e bastante curioso. Mesmo depois...

LER CONTO

Na época do troca troca ep 03

Antes de mais nada recomendo que veja os contos anteriores para entender. Como dito anteriormente o.meu bairro tinha várias casa em construções. Então era normal. brincamos nelas a noite ou...

LER CONTO

Dei meu cu para o caminhoneiro na cabine carreta

Olá! Sou um cara de 30 anos, branco de 1,68 cm, medico e bem singelo, muito discreto, porem muito puto, amo sexo... Nessa quarentena, estava eu em casa bebendo minha cerveja de cada dia, resolvi...

LER CONTO

0 - Comentário(s)

Este Conto ainda não recebeu comentários

Deixe seu comentário

2000 caracteres restantes

Responda: 2 + 2 = ?
Deixe sua imaginação aflorar com os melhores contos eróticos reais do Brasil. Contos Picantes e Sensuais com textos bem formulados, com uma leitura fácil e agradável. São centenas de contos adultos grátis da melhor qualidade com fotos amadoras das histórias de sexo.
- - - - - - - -
© 2022 - Contos eróticos → Contos Pornô com Histórias Reais de Sexo